Sabe Mais

Archive for Maio 2012

      Byron Widner foi considerado um dos fascistas skinheads mais perigosos dos E.U.A. e mantinha o corpo tatuado com diversas formas racistas e violentas, até na face.

       Recentemente concluiu as 25 cirurgias com laser que removeram as tatuagens de dezenas de anos de discriminação e ódio racial, que exibia com orgulho.

      A postura de Bryon começou a mudar em 2006, quando se juntou com a atual mulher, Julie, de quem teve um filho. A partir daí, o casal formou uma família, juntamente com os filhos do anterior casamento de Julie, decidindo-se a afastar-se da extrema-direita. A reinserção na sociedade não foi fácil. Com tatuagens agressivas, onde se viam suásticas, a palavra “hate” (ódio, em inglês) e lâminas ensanguentadas (que eram as armas preferidas do ex-skinhead), Byron era olhado com desconfiança mal saia de casa, nunca conseguindo emprego. Ninguém queria empregar um homem que tinha estampada, na própria face, uma atitude de ódio e intolerância.

      Desesperados, Byron e a mulher procuraram maneiras de remover as tatuagens, revelando-se a única hipótese o laser, no entanto, uma intervenção demasiado cara para o casal, com cinco jovens a viver em casa. A solução acabou por surgir de um sítio muito improvável. Byron recorreu a um grupo que luta contra os movimentos skinhead e neonazis nos EUA.

      Joseph Roy, um dos principais ativistas de luta contra grupos de ódio, nem queria acreditar quando recebeu o pedido de ajuda de Bryon Widner. De entre os skinhead que conhecia, ele “era o mais agressivo, o mais provocatório, o mais destacado”. Primeiro, Roy desconfiou daquele arrependimento, mas depois de falar com o casal acreditou na sua sinceridade e deu-lhes a mão.

      Através do grupo “Southern Poverty Law Center” (organização norte-americana que monitoriza os “grupos de ódio”), Roy conseguiu a ajuda de um doador anónimo para pagar as cirurgias. Em contrapartida, Byron vai liderar palestras para contar a história da sua mudança de comportamento e atitude, que envolveu também a ajuda do ativista negro Daryle Lamont.

      As 25 cirurgias com laser duraram 16 meses e custaram aproximadamente 27 mil euros. O ex-skinhead já encontrou trabalho e já não sente vergonha de andar na rua com o filho nos braços. O mais difícil será esquecer o passado. O ex-skinhead disse que sonha todas as noites com as pessoas que agrediu.

      Esta mudança do antigo pilar do movimento de extrema-direita nos EUA deu origem ao documentário “Erasing Hate”.

      “A sociedade pode ser dura mas as pessoas podem ser perdoadas pelos seus pecados e, aqueles que pensávamos serem os nossos inimigos podem, afinal, tornar-se os teus melhores amigos”, concluiu a mulher de Bryon.

      Para saberes mais sobre o assunto e sobre o documentário visita o sítio: http://www.erasinghatethemovie.com/index.html

Anúncios

      O blogue “Sabe Mais”, do grupo informativo “InfoDia/SabeMais/Anarquinfo”, em https://sabemais.wordpress.com publica hoje o seu artigo número 1000.

      Como a cada artigo corresponde um dia, este blogue tem assim 1000 dias de publicações, desde Setembro de 2009, há quase três anos.

      Já agora, nota que os demais blogues do grupo rondam valores semelhantes: O blogue “Info-Dia”, o primeiro do Grupo, em http://info-dia.blog.pt publica hoje o artigo número 1319; o blogue “InfoDiaSms” em http://infodiasms.blogspot.com publica hoje o artigo número 976 e, por fim, o blogue mais recente do Grupo: “Anarquinfo”, em http://anarquinfo.blogspot.com publica hoje o seu artigo número 943.

      Todos os dias estes blogues publicam artigos de diferente opinião, não massificada, e, muitas vezes, uma informação de difícil acesso.

      O Mundo, a Vida e a Liberdade podem ser melhores do que isto. Esforça-te para o conseguires, cada segundo, cada vez que respires.

      Liberta-te a ti mesmo pelo conhecimento, não acreditando nas mentiras das religiões, dos poderes, dos Estados…

      A sabedoria é o único poder maior. Aprende, para saberes mais do que eles.

      O conhecimento é a tua arma de guerra mais poderosa e destruidora. Usa-a, ataca, mata, destrói.


Etiquetas:

      Um jovem indiano de 16 anos acaba de resolver o enigma que Newton lançou há 350 anos, tendo sucesso onde muitos matemáticos falharam.

      Shouryya Ray colocou um ponto final ao mistério que Isaac Newton levantou ao criar duas teorias sobre a dinâmica das partículas, relativamente às quais apenas se tinha conseguido uma aproximação nos últimos anos mas nunca a solução.

      O jovem conseguiu calcular corretamente a trajetória precisa de um projétil submetido à força da gravidade e à resistência do ar, estimando com exatidão o tipo de impacto e ressalto que sucedem quando um corpo bate contra uma parede.

      E disse assim: «Quando os meus professores me disseram que estas questões não tinham solução, pensei: Bem, não custa tentar… Talvez esta ingenuidade de estudante me tenha ajudado».

      O jovem viu-se confrontado com o problema durante uma visita à Universidade Técnica de Dresden, na Alemanha, onde forneceram aos alunos dados em bruto para calcularem a trajetória de uma bola.

      Sabe-se que este jovem, no entanto, já conseguia resolver equações de elevada dificuldade quando tinha apenas 6 anos.

Etiquetas: ,

      As impressoras que hoje usamos, usam normalmente papel e imprimem em 2D (duas dimensões), no entanto, já há muito existem impressoras 3D, isto é, que “imprimem” em três dimensões. Estas impressoras 3D estão a ser usadas pela indústria na criação de protótipos ou peças industriais mas agora têm vindo a público novas impressoras com um custo e uma utilização mais próxima do uso particular como as impressoras de papel 2D.

      Uma das máquinas impressoras 3D denomina-se “Ultimaker”, pesa 9 Kg e vende-se num “kit” que o utilizador depois monta em sua casa, custando cerca de mil euros. As recargas que usa (em vez de tinteiros) são de plástico PLA (embora também suporte plástico ABS), que custam cerca de 25 euros cada uma, havendo várias cores disponíveis.

      Prevê-se o lançamento (nos EUA) para o próximo dia 25 de maio de uma outra impressora 3D, denominada “Cubify” que permitirá o fabrico/impressão em 3D de objetos com cerca de 14 cm de diâmetro, diversos formatos e também diversas cores. A impressora tanto pode usar projetos em 3D criados pelo utilizador como ficheiros disponíveis na Internet, tendo ligação Wi-Fi.

      Há pouco mais de um mês foi lançado um modelo que pode vir realmente a impulsionar o mercado doméstico das impressoras 3D, dada a diferença de preço. A empresa “Soliddodle” acaba de estrear a sua segunda geração de impressoras 3D “acessíveis e fáceis de utilizar”, segundo a frase de promoção usada pela marca, com um preço de cerca de 400 euros.

      Assim, quebrada a barreira dos 500 euros, é muito provável que surjam mais modelos mais baratos, contribuindo para que chegue cada vez mais a mais pessoas e assim surjam, para além de novos utilizadores, novas utilizações.

      No vídeo abaixo podes ver como uma impressora 3D faz um pequeno busto de Beethoven. O vídeo está acelerado e dura cerca 1 minuto mas a “impressão” demorou 1 hora e 22 minutos.

Etiquetas:

      Sante Gerónimo Caserio (1873-1894), foi um anarquista italiano que apunhalou e matou o presidente francês, com um único golpe.

      Sante mandou fazer um punhal de propósito para o ato, com cabo em cobre e listras intercaladas de veludo negro e vermelho.

      Em junho, após um banquete, dirigindo-se o presidente francês, em carruagem aberta, a um baile de gala, Sante saltou para a carruagem e, de um só golpe, apunhalou o presidente, cravando-lhe o punhal entre o pescoço e o peito.

      No julgamento, Sante, veio a ser condenado à pena de morte, por guilhotina, tendo recebido o veredicto com um grito de “Viva a Revolução”.

      As suas últimas palavras no tribunal foram:

      «Se os governantes podem usar contra nós espingardas, correntes e prisões, nós devemos; nós os anarquistas, para defendermos nossas vidas, devemos nos ater às nossas premissas? Não. Pelo contrário, a nossa resposta aos governantes será a dinamite, a bomba, o estilete, o punhal. Numa palavra, temos que fazer todo o nosso possível para destruir a burguesia e o governo.»

      No cadafalso, segundos antes de morrer, Caserio gritou à multidão que assistia: «Coraggio compagni e viva l’Anarchia.» (Coragem Companheiros e viva a Anarquia [o Anarquismo]).

      Tinha 22 anos de idade.


      Foi num dia como o de hoje mas do ano de 1974 (há 38 anos) que, em Portugal, após a Revolução de Abril, foi fixado o primeiro Salário Mínimo.

      Na altura, o valor fixado foi de 3300$00 Escudos, isto é, € 16,46 Euros.

      Atualmente o Salário Mínimo Nacional (SMN) já não se denomina dessa forma mas sim RMMG: Retribuição Mínima Mensal Garantida, e o valor pretende-se atualizado anualmente, encontrando-se no corrente ano nos € 485,00 que deveriam ser pagos em 14 prestações anuais (12 meses + 2 subsídios).

      O Salário Mínimo, ou a atual Retribuição Mínima, visa a proteção do trabalhador contra a exploração capitalista em virtude do excesso de oferta de mão-de-obra (desempregados), prevenindo-se assim o aproveitamento dos empregadores em face do excesso de pessoas que aceitariam trabalhar por cada vez menos salário.

      Os economistas da escola Keynesiana viam a existência do salário mínimo como uma vantagem económica que permitia estabilidade e crescimento, porquanto permitiria a circulação do dinheiro por parte dos trabalhadores, beneficiando, a final, os empregadores, pelo retorno.

      Em contrapartida, os economistas “neoclássicos” consideram o salário fixado um entrave para a contratação de trabalhadores, o que gera desemprego estrutural, uma vez que os empregadores se sentem coibidos de ofertar mais emprego devido à fixação artificial de um valor que reputam como inadequado à realidade do mercado, isto é, que reputam como elevado.

      Para além das sábias visões técnicas dos especialistas em economia e mercados, os trabalhadores que o auferem, por sua vez, afirmam ser tal salário curto para viverem com dignidade durante todo um longo mês, pretendendo que esse valor seja incrementado, ainda que não para um valor que lhes permita um enriquecimento idêntico ou minimamente parecido com aquele que o empregador consegue, pelo menos que lhe permita viver, a si e à sua família, com um mínimo de dignidade, pelo que aqui se propõe a instituição, em substituição da RMMG do PDMG, isto é, do Pagamento Digno Mínimo Mensal Garantido.


      Chegam da Grécia mais notícias de como a crise está a levar as pessoas ao suicídio. Desta vez foi uma mãe e um filho que saltaram de mãos dadas do cimo de um prédio.

      O filho, músico, de 60 anos, cuidava da mãe, com 90 anos e, não tendo como interná-la num lar para que a cuidassem, nem tendo dinheiro para tal, escreveu num sítio de músicos e poetas uma mensagem desesperada: «Chamo-me Antonios Perris. Durante 20 anos tomei conta da minha mãe que sofre de Alzheimer desde há três ou quatro anos. Recentemente foi-lhe diagnosticada esquizofrenia e outros problemas de saúde, doenças que lhe vedam a entrada num lar de terceira idade. O problema é que não estava preparado quando a crise chegou. Apesar de ter possuído alguns bens, já os vendi todos, não tenho dinheiro, nem o que comer. Alguém conhece uma solução?».

      Dados não oficiais, divulgados por médicos e ONG, estimam que nos últimos três anos cerca de 2500 cidadãos gregos tenham escolhido a morte como solução para os seus problemas.


Etiquetas: ,

Calendário

Maio 2012
S T Q Q S S D
« Abr   Jun »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031  

Visitantes já contados:

  • 81,848

Contacto por email:

infodiasms@gmail.com

O objectivo deste sítio é:

SabeMais no Twitter

[ Vota aqui sobre o conteúdo deste blogue e vê os resultados atuais ]

Facebook SabeMais e Info-Dia Sms

%d bloggers like this: