Sabe Mais

Archive for Abril 2012

    Este artigo que lês está publicado numa das várias iniciativas informativas que compõem o Grupo Info-Dia, um grupo dedicado à informação alternativa, global, não massificada, gratuita e diária.

    Esta iniciativa divulgativa nasceu em Janeiro de 2007 (há 5 anos), inicialmente sob a forma de mensagens curtas (SMS) para um determinado grupo restrito de beneficiários, tendo, ao longo do tempo saltado para um blogue e outro e outro e mais outro, contando hoje com assíduas visitas diárias, em todas as plataformas, vindas de todo o planeta onde haja um falante de Língua Portuguesa, tendo ainda leitores assíduos de falantes da Língua Castelhana (Espanhol).

    Todos os dias são publicados novos artigos em mais do que um blogue e noutras plataformas, como redes sociais, de forma a alcançar um maior número de leitores e poder assim transmitir conhecimento que não está disponível nos normalizados e embrutecedores meios de comunicação social.

    Os artigos não são publicados de forma massiva, isto é, não são publicados em quantidade nem pretendem alcançar o grande público consumidor de estereótipos e estereóestúpidos.

    Todos os dias são selecionados os melhores acontecimentos, as notícias menos divulgadas, aqueles factos que deveras interessam e podem aportar algo mais ao nosso conhecimento geral do Mundo e de nós próprios, enquanto seres divinos que somos e todo-poderosos.

    O Mundo, a Vida e a Liberdade podem ser melhores do que isto. Esforça-te para o conseguires, cada segundo, cada vez que respires. Liberta-te a ti mesmo pelo conhecimento, não acreditando nas mentiras das religiões, dos poderes, dos Estados…

    A sabedoria é o único poder maior. Aprende, para saberes mais do que eles. O conhecimento é a tua arma de guerra mais poderosa e destruidora. Usa-a, ataca, mata, destrói.

    A seguir estão os endereços de todos os sítios do grupo até ao presente:

1 – INFO-DIA:
http://info-dia.blog.pt

(informação diária diversificada no Blog.pt)

2 – INFODIASMS:
http://infodiasms.blogspot.com

(informação diária diversificada no BlogSpot)

3 – SABEMAIS (este blogue):
https://sabemais.wordpress.com

(informação diária diversificada no WordPress)

4 – TWITTER:
http://twitter.com/sabemais

(informação diária breve no Twitter)

5 – FACEBOOK:
http://www.facebook.com [InfoDia Sms]

(informação diária diversificada no Facebook)

6 – ANARQUINFO:
http://anarquinfo.blogspot.com

(informação diária específica do mundo anarquista)

7 – BLAVING (Voz):
http://pt.blaving.com/infodia

(a informação em voz para ouvir)

8 – GOOGLE+:
https://plus.google.com [Info Dia]

(informação diária diversificada no Google+)

9 – ORKUT:
http://www.orkut.com [Info Dia]

(informação diária diversificada no Orkut)

10 – DIASPORA:
http://diasp.eu [Info Dia]

(a rede social alternativa ao Facebook )

11 – SMS:
(mensagens para os telefones dos operadores portugueses)

Blogue

Anúncios
Etiquetas:

      «Só recentemente me tornei anarquista. Não o era até metade de 1891, altura em que me lancei no movimento revolucionário. Antes, vivi nos meios sociais que estavam permeados com a moralidade vigente. Habituei-me a respeitar e mesmo partilhar dos princípios de nação, família, autoridade e propriedade. Mas aqueles que estão educando a geração atual, quase todos se esqueceram de uma coisa: que a vida é indiscreta com suas lutas e conflitos, suas injustiças e desigualdades, vejo que é assim que a venda é removida dos olhos do ignorante (…) A mim, foi-me dito que essa vida era fácil e amplamente aberta às pessoas inteligentes mas a experiência mostrou-me que só os cínicos e os lacaios podem conseguir um bom assento no banquete.»

      Émile Henry (1872-1894)

      Morreu guilhotinado, às 04:14 horas da madrugada, em Paris, com 22 anos de idade.
      Apesar da sua curta vida e breve participação no movimento anarquista, as suas ações causaram grande aflição às elites governamentais da sua época.
      A sua última ação (que lhe custaria a vida) foi o atentado bombista contra os frequentadores do luxuoso Café Terminus, em Paris, frequentado na época pela elite francesa e considerado um símbolo da arrogância e do esbanjamento da burguesia.
      O objetivo do atentado era matar o maior número possível de frequentadores mas o saldo cifrou-se em tão-só 1 morto e 20 feridos.
      Durante o julgamento Émile manteve sempre uma postura desafiante e provocatória, citam-se inúmeras passagens como esta: quando perguntado pelo motivo do ato contra pessoas inocentes, ele respondeu alegando que não havia lá nenhum inocente, porque não há burguesia inocente.

Etiquetas:

      David Sobral está a liderar uma equipa de astrónomos na Universidade de Leiden (Holanda) numa investigação que, através de um método inovador, mostra que “as galáxias no Universo inteiro formam cada vez menos estrelas”.

      Segundo o investigador português, “utilizando melhores telescópios é possível detetar fontes extremamente ténues, cuja luz demorou milhares de milhões de anos a chegar até nós e, por isso, dá-nos a possibilidade de observar galáxias jovens tal como eram há muitos milhares de milhões de anos”.

      No entanto, existe a dificuldade de medir distâncias até essas fontes e por isso “há uma incerteza enorme” no quão para trás no tempo se está a olhar quando se estuda galáxias longínquas.

      É neste ponto que o método proposto pela equipa liderada pelo jovem cientista se destaca: “Através da combinação de dois filtros estreitos [em dois telescópios], capazes de identificar riscas espectrais características de galáxias com formação estrelar a uma distância particular no Universo, é agora possível fazer “scans” eliminando incertezas, obtendo uma informação “stereo” e em horas ou uma a duas noites, ao contrário das centenas de noites previamente necessárias”.

      Assim, para além de mostrar que “a técnica é um sucesso” e que a combinação de dois telescópios e dos dois filtros, um em cada telescópio, é “extremamente eficaz”, os resultados da investigação permitem obter uma “excelente determinação da história” da formação estelar do Universo.

      “Os nossos resultados mostram de forma inequívoca que a atividade de formação estelar no Universo como um todo tem estado a diminuir desde pelo menos os últimos 11 mil milhões de anos”, constata David Sobral. Isto significa, por exemplo, que “as estrelas “maduras” que hoje vemos na nossa galáxia foram maioritariamente formadas no passado distante”.

      De acordo com o investigador, “se a taxa de formação estelar no Universo continuar a diminuir tal como o tem feito nos últimos 11 mil milhões de anos, a quantidade de estrelas no Universo como um todo está neste momento muito perto do máximo possível”. Isto é, “mesmo que esperemos muitos milhares de milhões de anos mais, parece que o Universo só conseguirá ter cerca de cinco por cento mais estrelas do que aquelas que já existem atualmente”.


Etiquetas:

      Quando alguém é atingido pela calvície, a possibilidade do cabelo voltar a crescer de forma natural é, praticamente, impossível. Mas com a ajuda da bioengenharia, o “milagre” pelo qual muita gente espera pode estar para breve.

      Uma equipa de investigadores japoneses desenvolveu uma nova técnica com células estaminais capaz de regenerar totalmente o pelo. Em ratos adultos sem pelos nem bigodes, os cientistas implantaram germes de folículo piloso e conseguiram que os pelos crescessem sãos e fortes. O trabalho está publicado na «Nature Communications».

      Depois de experimentar em ratos de laboratório, os investigadores estão agora a preparar-se para realizar ensaios clínicos em seres humanos, a ocorrer em cerca de três anos para encontrar uma cura para a alopecia e problemas capilares semelhantes.

      Dirigidos por Takashi Tsuji, professor na Universidade da Ciência, em Tóquio, os investigadores reconstruíram o pelo com células de pele e células estaminais de vibrissa, mais conhecida como “bigode”.

      Os folículos criados através da bioengenharia desenvolveram as estruturas corretas e as ligações adequadas com os tecidos circundantes; a pele, os músculos e os nervos.

      Não foi detetada qualquer diferença entre estes pelos e os naturais. O estudo, acreditam os cientistas, é um avanço no desenvolvimento da próxima geração das terapias regenerativas para substituição de órgãos danificados por doenças, lesões ou envelhecimento.

      Mais info e artigo completo em:
http://www.nature.com/ncomms/journal/v3/n4/full/ncomms1784.html

      O Espaço-projeto “Es.Col.A” (Espaço Coletivo Autogestionado), no Porto, que havia sido ocupado há cerca de um ano, foi desocupado há cerca de uma semana (no passado dia 19) e eis que ontem, dia 25 de abril, voltou a ser ocupado.

      Cerca das 17:45 horas, centenas de pessoas rumaram à escola do Alto da Fontinha. Eram centenas de pessoas solidárias com o movimento Es.Col.A, a maioria a fazer uma ocupação pela primeira vez, e ultrapassaram as barreiras impostas pela polícia, cortaram os cadeados e reentraram nas instalações, gritando bem alto: «a Escola é nossa!»

      Para além dos ativistas ocupantes, as centenas de populares que participavam nas comemorações da Revolução do 25 de abril, não hesitaram em mostrarem-se solidários e ocupar a escola, seguindo os ativistas da Es.Col.A.

      Os ocupantes e cidadãos depois de quebrar os cadeados que impediam a entrada, retiraram as placas de metal que impediam o acesso ao espaço e hastearam uma bandeira preta. Entretanto, os populares, já dentro, no pátio, cantam, dançam e batem com testos de panelas.

      Esta reocupação do estabelecimento de ensino neste dia 25 de abril foi uma das medidas decididas num plenário realizado logo no dia seguinte ao do despejo.

      «A resistência não é um objetivo em si, é um meio para conseguir manter o projeto Es.Col.A. O importante é que a resistência foi necessária para garantir um espaço para servir a comunidade e as pessoas de fora», disse Johan Diels, um belga que emigrou para Portugal e participa no projeto do Es.Col.A desde o início da primeira ocupação, há 1 ano, e disse ainda que «Temos provavelmente de alterar o modelo de resistência para conseguirmos dar continuidade ao projeto Es.Col.A». Afirmou ainda que a quantidade de pessoas que compareceram excedeu todas as expetativas: «Acho que alguns dos elementos da organização ficaram assustados de forma positiva com esta gente que apareceu hoje».

      Mais info na ligação permanente da “Es.Col.A” na coluna dos “Sítios a Visitar”.

      A última revolução ocorrida em Portugal, foi a Revolução do 25 de abril de 1974, também conhecida como a Revolução dos Cravos, sendo uma original e calma revolução levada a cabo por um grupo de militares que, num só dia, sem resistência de relevo, derrubaram 50 anos de ditadura, trazendo a liberdade para o povo português e para os povos dos países africanos e asiáticos que na altura eram colónias portuguesas.

      O 25 de abril é também chamado de Dia da Liberdade, por ter libertado o povo do peso do regime autoritário fascista.

      A revolução tem início com a passagem de duas canções em duas emissoras de rádio, canções essas que constituíam o sinal para o início das operações.

      Rapidamente os militares revoltosos obtiveram a adesão do povo que espontaneamente saiu à rua apoiando o golpe de estado e comemorando até a libertação, antes mesmo dela estar concluída, chegando mesmo a estorvar os militares que pontualmente tiveram que pedir à população entusiasta que se afastasse para os deixar concluir a revolução.

      Apesar das várias versões para a origem dos cravos na revolução, certo é que, espontaneamente, surgiram cravos na população e nos militares, que os colocaram nos canos das espingardas e nas lapelas dos casacos, assim colorindo de vermelho a revolução sem sangue.

      Este momento de viragem em Portugal pretendia levar ao Povo o poder de decidir sobre a sua vida e bem-estar. Hoje verificamos que tal pretensão ainda não se mostra alcançada, bem pelo contrário, o povo continua a sofrer as decisões especulativas de alguns.

      Comemoremos pois e tão-só o fim daquela ditadura de então mas não a liberdade e o poder do Povo, pois isto ainda não foi alcançado e urge alcançar.

      Hoje é urgente completar a revolução que, naquele abril se iniciou e se encontra pendente de conclusão.

      Recordemos o momento não como algo finito e arrumado nos compêndios de História, mas como um momento inicial que carece de rápida conclusão.

      A Revolução de abril de 1974 ainda não está concluída. O Povo português ainda sofre e, porventura, ainda sofre mais do que sofria com Salazar, assim o dizem muitos por aí.

      Vê o vídeo de reportagem televisiva da revolução em direto nas ruas de Lisboa. O cerco ao Quartel do Carmo.

      O vídeo abaixo tem a canção hino da Revolução, a Grândola Vila Morena, de Zeca Afonso.

      O vídeo abaixo tem o próprio Zeca Afonso cantando “A Morte Saiu à Rua”.

      O vídeo abaixo tem o próprio Zeca Afonso cantando “Os Vampiros”.

      No vídeo abaixo Zeca Afonso canta “Venham mais Cinco”.

      No vídeo abaixo visualizamos curtas entrevistas a Zeca Afonso, Maria de Medeiros, galegos diversos, Otelo Saraiva de Carvalho e, por fim, Vitorino que canta a canção do Zeca: “Traz Outro Amigo Também”, canção que esteve para ser a escolhida como sinal de arranque das tropas em vez da “Grândola”

Etiquetas:

      Desde 2002, a Europol (Serviço Europeu de Polícia), tem seguido os passos de eco-anarquistas e de ativistas da ALF (Frente de Libertação Animal).

      Recentemente, esta agência policial organizou uma conferência com a presença de serviços secretos europeus, exigindo mais recursos para a luta contra o terrorismo libertário: antirracismo, libertação animal e ambiental, antinuclear… O pedido partiu da secção italiana da Europol que quer encontrar os remetentes das cartas-bomba enviadas pela FAI (Federação Anarquista Informal) a diversas entidades europeias nos últimos anos.

      A reunião está marcada para amanhã, dia 25 de abril, num lugar não divulgado, provavelmente na sede da Europol, em Haia, na Holanda, com o objetivo de encontrar formas mais eficientes de lutar contra as redes transnacionais anarquistas europeias e uma maior cooperação internacional entre as agências de inteligência e segurança do continente.

      Além dos insurgentes gregos, três grupos, em especial, estão na mira das autoridades: a FAI (de acordo com a Europol, o maior grupo da rede estaria em Itália), a rede No Border (Sem Fronteiras) e os adversários da construção de uma linha de comboios de alta velocidade entre Lyon e Turim no Vale de Susa (norte da Itália).

      Mais info em: https://www.europol.europa.eu/

Etiquetas:

Calendário

Visitantes já contados:

  • 81,848

Contacto por email:

infodiasms@gmail.com

O objectivo deste sítio é:

SabeMais no Twitter

[ Vota aqui sobre o conteúdo deste blogue e vê os resultados atuais ]

Facebook SabeMais e Info-Dia Sms

%d bloggers like this: