Sabe Mais

Archive for Maio 2010

      Já se sabia que a exposição a determinadas bactérias presentes no meio ambiente provocam estados relaxantes e anti-depressivos mas um estudo recente, apresentado no Congresso da Sociedade Americana de Microbiologia, realizado em San Diego (Califórnia, EUA), apresentou uma dessas bactérias – a Mycobacterium vaccae, um microrganismo da terra que é ingerido e respirado de uma forma natural quando se está no campo em contacto com a natureza, como sendo também responsável por um estímulo da aprendizagem, tendo verificado um crescimento de determinados neurónios no cérebro, provocando um aumento dos níveis de serotonina a par da diminuição da ansiedade.

      A serotonina tem um papel importante na aprendizagem, logo, os cientistas começaram por equacionar a possibilidade da bactéria ser responsável por um estímulo da aprendizagem

      Em laboratório, os cientistas acrescentaram a bactéria à comida de um grupo de ratinhos durante um estudo sobre a sua capacidade de se moverem num labirinto. Em comparação com os que não ingeriram a bactéria, estes ratinhos percorriam o labirinto ao dobro da velocidade e com um nível de ansiedade muito inferior aos outros.

      Numa segunda experiência, retirou-se a bactéria da dieta dos animais e voltou-se a medir a capacidade de percorrer o labirinto. Apesar de se tornarem mais lentos, continuavam a ser mais rápidos que os outros. Três semanas depois, voltaram a ser analisados e ainda restava alguma vantagem, apesar de não muito significativa, sobre os outros. Isto sugere que o efeito das bactérias é temporal.

      Os cientistas acreditam que esta investigação indica que a Mycobacterium vaccae desempenha um papel importante nos níveis de ansiedade e no processo de aprendizagem dos mamíferos.

O Desejo

Posted on: 30/05/2010

      «Perco o desejo do que procuro ao procurar o que desejo.»

      Antonio Porchia (1886-1968)

      Poeta e escritor italiano que se mudou para a Argentina, onde viveu os últimos 68 anos da sua vida, escrevendo em Castelhano e distinguindo-se pela peculiar forma breve e extremamente sucinta da sua escrita.

      http://www.antonioporchia.com.ar

Etiquetas:

      Uma equipa internacional de cientistas descobriu o gene responsável pela existência dos trevos de quatro folhas.

      Os cientistas identificaram um gene que ao mutar faz com que o Medicago truncatula, uma leguminosa da mesma família que o trevo e a alface, tenham cinco folhas em vez de três. Os investigadores acreditam que este é o gene também responsável pela existência dos trevos de quatro folhas.

      O resultado da investigação dos trevos da sorte foi publicado na revista da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.

Etiquetas: ,

      «Quem se gasta em palavras, raramente se gaste em ações.»

      Gustave Le Bon

      Psicólogo e sociólogo francês (1841-1931)

Etiquetas:

      Um cientista da Universidade de Reading, no Reino Unido, é o primeiro humano infetado por um vírus de computador.

      Mark Gasson, da escola de engenharia de sistemas, decidiu investigar as implicações das infeções informáticas e injetou um vírus num chip RFID implantado na sua mão.

      No âmbito da experiência o cientista pretendia mostrar as implicações futuras dos problemas com “malware” informático em implantes com chips, normalmente pensados por questões de saúde.

      Com a evolução da tecnologia os “pacemakers” (marcapassos) e implantes de audição tornam-se mais vulneráveis a vírus informáticos.

     Mark explica que: “A nossa investigação mostra que a tecnologia de implantes se desenvolveu ao ponto dos chips serem capazes de comunicar, guardar e manipular dados. Eles são essencialmente minicomputadores. Isso significa que, como os computadores normais, podem ser infetados por vírus e a tecnologia tem de se manter a par disso para que os implantes, incluindo dispositivos médicos, possam ser usados de forma segura no futuro”.

      Os resultados da investigação vão ser apresentados num simpósio internacional de tecnologia do IEEE, que vai decorrer no próximo mês na Austrália.

      O chip RFID (de rádio frequência) utilizado na experiência foi implantado na mão do cientista no ano passado e é semelhante a outros chips de identificação, garantindo-lhe entrada no edifício da universidade e permitindo a sua localização. Este tipo de chip já está muito disseminado, designadamente em animais de estimação (essencialmente cães) e produtos comercializáveis ou de aplicação industrial.

      Depois de infetado o chip corrompeu o sistema principal utilizado para comunicar com o equipamento, uma infeção que poderia ter alastrado a outros chips ligados ao mesmo sistema.

      Mark Gasson disse que: “Embora seja excitante ser a primeira pessoa a ser infectada por um vírus de computador desta forma, considero que esta é uma experiência surpreendentemente violadora porque o implante está tão intimamente ligado a mim mas a situação está potencialmente fora do meu controle”.

      Antecipando um futuro onde os implantes de chips se tornarão cada vez mais comuns, e todos nós nos tornaremos “parte máquina”, o cientista admite que é necessário consciencializar a sociedade para os perigos que estas decisões podem trazer.

Etiquetas: ,

      A fábrica chinesa que produz os iPhone está a pedir aos trabalhadores que assinem declarações nas quais prometem não se suicidar e aceitam o seu internamento em instituições se vierem revelar um “estado mental ou físico anormal”.

      A fábrica chama-se Foxconn e na sequência da onda de suicídios que já se revelou fatal para 10 operários, obriga agora os sobrevivos a assinarem o texto, tendo ainda colocado redes de segurança em redor dos edifícios da unidade fabril para dissuadir os operários suicidas.

      As autoridades de Shenzhen, na província de Guangdong, designaram já uma equipa de polícias e médicos para investigar as tentativas de suicídio e a sua ligação com as regras internas da Foxconn, estilo de gestão e cultura empresarial.

      A onda de suicídios gerou suspeitas de maus-tratos a milhares de operários na China, especialmente aos que trabalham na Foxconn, acusada de submeter os trabalhadores a jornadas longas, salários baixos e elevada pressão psicológica.

      A situação levou a empresa a realçar por várias vezes que oferece refeições, dormida e chuveiros aos operários e que construiu piscinas e salas de leitura para o usufruto dos mesmos.

      O jornal South China Morning Post, de Hong Kong, entrevistou alguns operários e estes dizem coisas como:

      “Trabalho como uma máquina”

      “O ambiente no local de trabalho é de tanta pressão e deprimente que não somos autorizados a falar com os nossos colegas nas 12 horas de trabalho sob pena de sermos punidos pelos nossos supervisores, só temos 30 minutos para almoçar e não podemos demorar mais do que 10 minutos na casa de banho”.

      “Sinto que tenho uma vida vazia e que trabalho como uma máquina”.

      Assim se lamentam os operários que auferem cerca de 200 euros mensais, ou seja, o equivalente ao preço (em dólares americanos) do iPhone com 32GB produzido pela Foxconn.

      As entradas da fábrica estão fechadas e vigiadas por guardas e encontram-se avisos que alertam para a punição dos que tentarem entrar sem autorização.

      Activistas de Hong Kong anunciaram esta semana que planeiam lançar em Junho um boicote mundial ao novo iPhone da Apple fabricado pela Foxconn em Shenzhen, o maior produtor mundial de componentes electrónicos, como consolas de jogos e computadores de marcas como a Sony, Nokia e Dell.

      As famílias dos operários que se suicidaram desde o início do ano na fábrica da Foxconn, em Shenzhen, no Sul da China, vão receber cerca de 13 mil euros de compensação.

      O presidente do grupo Hon Hai Precision, que detém a fábrica, disse lamentar ter falhado na prevenção das mortes na unidade fabril, que alberga cerca de 400 mil trabalhadores, e garantiu que a empresa vai reforçar o apoio aos operários e prestar maior atenção à sua saúde psicológica, afastando as suspeitas de maus-tratos na fábrica e defendeu que os suicídios poderão estar relacionados com problemas pessoais dos trabalhadores, já que a maioria tem entre 17 e 24 anos e está longe de casa, pois são muitos os que se deslocam do interior da China para encontrarem um trabalho que sustente a família.

Etiquetas: , ,

      O 63º Festival Internacional de Cinema de Cannes (França) encerrou no último fim de semana, premiando com a Palma de Ouro o filme tailandês intitulado “Lung Boonmee Raluek Chat” do cineasta Apichatpong Weerasethakul.

      Este festival é internacionalmente reconhecido pela sua tradição na apreciação de cinema de qualidade, enquanto arte, por oposição ao cinema meramente comercial e industrial de Hollywood (EUA).

      Um filme a ver algum dia, logo que for possível.

      Mais sobre este festival no sítio:

      http://www.festival-cannes.com/pt.html

      Abaixo está a foto do realizador e um pequeno extrato do filme.

Etiquetas: ,

Calendário

Visitantes já contados:

  • 80,731

Contacto por email:

infodiasms@gmail.com

O objectivo deste sítio é:

SabeMais no Twitter

[ Vota aqui sobre o conteúdo deste blogue e vê os resultados atuais ]

Facebook SabeMais e Info-Dia Sms

%d bloggers like this: